Federalismo e cooperação: Desafios da gestão integrada e sustentável

24 de Setembro de 2020

 

 

 

 

 

 

 

 

O IV Seminário da série Pacto Federativo: Municípios para Agenda 2030 vai debater nos dias 28, 29 e 30 de setembro a gestão integrada e sustentável dos nossos entes federados tendo como ponto norteador a busca pela cooperação e seus desafios.

O Seminário Federalismo e Cooperação: Desafios da gestão integrada e sustentável pretende dialogar com seus convidados sobre a capacidade de colaboração e compartilhamento de responsabilidades entre União, estados e municípios abordando os instrumentos de gestão pública integrada, refletindo como promover inovação e sustentabilidade nessas políticas. Existem algumas possibilidades destes arranjos de cooperação, como os consórcios públicos intermunicipais, regulamentados a partir de 2005, um movimento que vem avançando segundo os dados da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) totalizando 488 em todo país; bem como as Regiões Metropolitanas e Comitês de Bacias Hidrográficas são exemplos. Mas, de fato, há cooperação?

Além disso, o Seminário, que terá transmissão virtual, aborda ainda a capacidade de nossa administração pública lidar com as atuais mudanças que o mundo apresenta hoje, desafios impostos pela crise climática e conflitos sociais acirrados em virtude do aprofundamento das desigualdades em âmbito local e global. O Brasil está sendo capaz de enfrentar esses desafios tendo a Agenda 2030 como meta? Nossa administração pública está conseguindo acompanhar esse novo tempo que se mostra mais desafiador e urgente? É possível o Brasil avançar nessas pautas da gestão compartilhada e sustentável sem rever a política de austeridade imposta com a PEC do Teto de Gastos (PEC 55)? Como remanejar os investimentos para torná-los mais eficazes?

No mundo imerso em uma pandemia e no país que já tem mais de 120 mil vítimas de COVID-19,  55 milhões de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza (com R$ 406/mês), 13 milhões de desempregados e 5,7 milhões de desalentados, precisamos com urgência encontrar novas e eficientes saídas para usar melhor nossos recursos, com mais qualidade, aprimorar o funcionamento das estruturas locais de governo, ouvir mais a população e promover transparência e cidadania. 

Esta é uma realização do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), Instituto de Estudos Avançados da USP (IEA/USP),  ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade, Instituto Ethos e Programa Cidades Sustentáveis.

Marque já na sua agenda e participe pelo nosso canal no Youtube!

A programação completa você confere abaixo:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No primeiro dia (28) às 14h30 vamos debater Governança interfederativa, colaboração e compartilhamento de responsabilidades com Mila Batista, Diretora-geral da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte; Andrea Azevedo, Diretora de Desenvolvimento Institucional do Instituto Conexões Sustentáveis (Conexsus) e Leonardo Góes Silva, Secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) da Bahia. Mediação de Guilherme Checco, coordenador de pesquisa do #IDS.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No segundo dia (29) é a vez do tema é Estado brasileiro e reforma administrativa: Qualidade das políticas públicas à luz da Agenda 2030 com Daniel Mancebo, funcionário da Prefeitura do Rio de Janeiro, colaborou na elaboração do Plano Diretor da cidade em 2011 e da proposta de Lei de Uso e Ocupação do Solo em 2013; Sergio Andrade, Mestre em Gestão e Políticas Públicas (FGV/EAESP), Diretor Executivo da Agenda Pública e  membro do Conselho Nacional de Transparência e Combate à Corrupção e Ursula Dias Peres, professora Doutora da EACH/USP no Curso de Gestão de Políticas Públicas. Foi Secretária Adjunta de Planejamento, Orçamento e Gestão do Município de São Paulo. Mediação de  Felipe Saboya do Instituto Ethos.

 


 

 

 

 

 

 

 

 

E no terceiro dia de evento (30), abordaremos a Integração de Instrumentos de Gestão com Ivan Carlos Maglio, pesquisador do Programa USP Cidades Globais do Instituto de Estudos Avançados (IEA/USP) onde trabalha com os temas de planejamento urbano e adaptação climática; Luciana de Oliveira Royer, professora Doutora da FAU/USP, foi Gerente de Projetos no Ministério das Cidades e Secretária Executiva do Conselho Municipal de Habitação do Município de São Paulo e Zuleica Goulart, coordenadora do Programa Cidades Sustentáveis (PCS) que criou o Guia de Gestão Pública Sustentável (GPS) para instrumentalizar a gestão pública municipal em planejamentos inovadores e sintonizados com a Agenda 2030. Mediação de Rodrigo Perpétuo do Iclei.

***

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pacto Federativo: Municípios para Agenda 2030 - acompanhe os conteúdos produzidos a partir dos debates com especialistas - https://bit.ly/MateriaisPactoFederativo 

Assista também os eventos anteriores: https://bit.ly/YTPlaylistPactoFederativo

Serviço:
Seminário #4 - " Federalismo e cooperação: Desafios da gestão integrada e sustentável"
(Pacto Federativo: municípios para a Agenda 2030)

 Data: 28, 29 e 30 de setembro
 Transmissão ao vivo pelo YOUTUBE do IDS - www.youtube.com/idsbrasilquequeremos  

Contato para imprensa:
Aline Souza |Comunicação do IDS | aline@idsbrasil.org.br | (21)98272-7373