IDS fala sobre crise ambiental e política no Brasil durante Fórum Político de Alto Nível em Nova York

19 de Julho de 2019

Aconteceu entre os dias 09 e 18 julho em Nova York, nos Estado Unidos, o Fórum Político de Alto Nível, o HLPF, na sigla em inglês. O evento reúne representantes de governos, organismos multilaterais e organizações da sociedade civil de todo o mundo para debater a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para a Agenda 2030 em cada país. 

O Brasil, que é signatário da Agenda 2030 junto com outros 192 países, se recusou, este ano, em apresentar no evento, um relatório sobre os avanços em políticas públicas no país para a erradicação da pobreza e da fome; a universalização do acesso à água, à saúde e à educação de qualidade; a igualdade de gênero e o empoderamento de mulheres e meninas; a promoção do desenvolvimento aliado à preservação ambiental e à justiça social, cuidando da biodiversidade terrestre e marinha, com o uso de energias renováveis; o emprego digno; a diminuição das desigualdades; o crescimento econômico e a produção e consumo responsáveis. O GT da Agenda 2030 e a Rede ODS emitiram uma nota de repúdio a respeito da decisão do Governo Federal.

Carolina Mattar, coordenadora executiva do IDS esteve presente no HLPF representado a instituição. Em seu discurso, Carolina ressaltou a importância da atuação de lideranças políticas e ativistas na figura de Marielle Franco, assassinada em março de 2018 junto com seu motorista, Anderson, e lembrou que somos o país que mais mata ativistas no mundo. Enfatizou também que estamos enfrentando uma crise climática gravíssima, atingindo os maiores níveis de desmatamento dos últimos 10 anos. 

“Diz muito que o Governo Federal tenha se recusado a apresentar um documento sobre a implementação de políticas públicas para os ODS no Brasil. O atual governo quer nos manter desinformados sobre a nossa situação para nos manter afastados também das tomadas de decisão sobre nosso futuro”, discursou Carolina durante o evento. 

Leia aqui a Nota de repúdio do GT Agenda 2030 e Rede ODS à desistência do governo brasileiro de apresentar relatório sobre os ODS na ONU.