Oficina no Tribunal de Contas do Município de São Paulo porpõe modelos de prestação de contas alinhadas aos ODS

9 de Agosto de 2019

O GT da Agenda 2030 promoveu em São Paulo a oficina O Papel dos tribunais de contas para o desenvolvimento sustentável - o caso prático da educação: gestão de indicadores e controle social. Articulado e coordenado pelo IDS, o evento aconteceu na sexta-feira (9/08), na Escola de Gestão e Contas do Tribunal de Contas do Município de São Paulo (TCM-SP).

O workshop reuniu representantes de municípios e de entidades civis do estado paulista, com especialistas em avaliação de contas e teve como objetivo mostrar como os tribunais fiscalizadores podem influenciar na aplicação das metas dos ODS da Agenda 2030, na rotina das cidades.

A oficina foi mais uma etapa do projeto nacional que em abril passou a percorrer os estados brasileiros levando o debate sobre a aplicação dos ODS nas avaliações de contas e nos projetos desenvolvidos pelas cidades. 

Também estiveram presentes no encontro representantes  do Observatório do Futuro, do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP); do Programa Cidades Sustentáveis; do Instituto Rui Barbosa (IRB) e do próprio TCM-SP.

“Associar as prestações de contas aos indicadores e metas dos ODS é uma maneira de trabalhar a transparência da administração com eficácia”, sentenciou Carolina Mattar, coordenadora do IDS. Os eventos têm financiamento da União Europeia.

Assista aqui ao vídeo da oficina na íntegra.

Com informações do GT da Agenda 2030.